segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Prefeito Sidney Gomes se fortalece neste período eleitoral.

Encerrado o segundo turno das eleições e avaliando o resultado geral é possível afirmar que o prefeito Sidney Gomes (PCdoB) sai mais fortalecido do processo.
Em julho alguns duvidavam de sua força política e da sua capacidade de reagrupar o grupo que lhe deu a vitória em 2012. Considerando que algumas lideranças se encontravam afastadas.
Com o desenrolar da campanha ele não só reagrupou as forças políticas como ampliou trazendo para seu grupo novas lideranças. Embora tenha perdido alguns aliados no primeiro ano de gestão, Sidney Gomes contabiliza um número maior de adesões do que de baixas.
Com este esforço de articular junto às lideranças apoio aos candidatos escolhidos por ele, o prefeito conseguiu angariar votos em Paracuru que garantissem à deputada Augusta Brito (PCdoB) 4.188 votos, se tornando a deputada estadual mais votada neste pleito em Paracuru.
Conseguiu também tornar o senador Inácio Arruda (PCdoB) o candidato a deputado federal mais votado no município nestas eleições com 3.725 votos.
É importante notar que pela primeira vez por estas terras de Antônio Sales o prefeito busca apoiar candidatos do seu partido.
No primeiro turno da eleição o candidato Eunício Oliveira (PMDB) foi o mais bem votado em Paracuru para o cargo de governador, ficando com 374 votos a mais que Camilo Santana (PT).
Nos 21 dias que separaram o primeiro do segundo turno o prefeito Sidney Gomes reforçou a campanha em favor de Camilo Santana e conseguiu reverter o placar de votos do primeiro turno, tornando assim Camilo Santana o vencedor em Paracuru, colocando uma vantagem de 419 votos.
Para completar o momento positivo de Sidney Gomes, na última semana a Câmara de Vereadores elegeu sua nova mesa diretora, que contará em 2015 com Evilásio Sampaio (PV) como presidente, Eliabe Albuquerque (PR) como vice, Miguel de Sousa, mais conhecido como Junior da Eletro (PMN) primeiro secretário e Genival da Costa (PV) como segundo secretário. Todos da base que dá sustentação ao prefeito na Câmara. A oposição não chegou sequer a articular uma chapa para concorrer a eleição da mesa.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Defendendo o meu...

Um deste fakes idiotas que habitam o mundo virtual entrou no meu perfil na rede social facebook e fez um comentaram ignóbil como a existência real dele, afirmando que eu voto na Dilma porque sou secretário e estou defendendo o meu.
Há inúmeros comentários destes por aí que em verdade nem merecem atenção ou resposta.
Mas resolvi dedicar a ele alguns preciosos minutos do meu tempo para lhe dizer que em certo sentido ele tem razão.
Eu estou de fato defendendo o meu
- o meu país, das garras ambiciosas dos especuladores e banqueiros internacionais que torcem e fazem campanha para Aécio, pois sabem que com ele terão toda atenção e dinheiro necessário. Não terão que dividir com os pobres deste país como acontece com Dilma;
- o meu estado - Ceará - de coração - Maranhão - de nascença - que como todos os outros estados do nordeste e norte sempre foram esquecidos pelos governos que administravam para as elites da Avenida Paulista. Só com Lula e Dilma o nordeste e o norte foram olhados com carinho e passaram a ter investimentos econômicos e sociais;
- o meu município - Paracuru - que jamais recebeu em toda a sua história tanto investimento do governo, como no período de Lula e Dilma. Só em obras, podemos citar, postos de saúde, praças, asfalto (João Lopes Meireles), escolas, calçamentos, além da ampliação dos serviço de saúde, educação e assistência social);
- o meu irmão estudante que tem transporte escolar de qualidade e que tem a oportunidade ampliada de entrar numa universidade (seja pública ou privada - com FIES e PROUNI);
- o meu irmão trabalhador assalariado que teve garantidos os reajustes que superassem a inflação, mantendo uma clara política de valorização do salário mínimo;
- o meu irmão agricultor que teve o seguro safra ampliado, bem como linhas de créditos para melhorar sua produção;
- o meu irmão pequeno empreendedor que teve mais acesso ao crédito e à redução de impostos com o supersimples;
- o meu irmão que mora à beira do rio Maranguapinho que há 12 anos atrás sofria a cada período de chuvas com inundações e que hoje já não tem este problema com as intervenções de infraestrutura  feitas pelo governo federal no local;
- o meu irmão trabalhador que já não se preocupa com o desemprego que se encontra em nível jamais visto por aqui;
- o meu irmão que mora nas regiões ribeirinhas do rio Amazonas que agora tem médico para cuidar dele, graças ao programa mais médico;
- os meus filhos que estão crescendo e quero que continue crescendo num país de oportunidades.
Enfim, eu defendo o meu em vários aspectos, porque na verdade o meu não é só meu é nosso e como dizemos na campanha da presidenta Dilma, meu voto não é só pra mim, meu voto é para o outro, o meu voto é para todos.